domingo, 12 de junho de 2011

VOCÊ SABE O QUE É AEE?

       
 Algumas pessoas ainda se confundem quando o assunto esta voltado a esta sigla tão utilizada nos meios educacionais, mesmo aqueles que já possuem este trabalho em sua Unidade Escolar muitas vezes se confundem quanto a sua funcionalidade, seu publico alvo, profissionais, tipos de serviços oferecidos e muitos mais questionamentos. Há tempos a Educação Especial vem se modificando. Antes a Educação Especial era oferecida como outra modalidade de ensino, onde os alunos atendidos por ela ficavam em  Classes Especiais, para a aprendizagem acadêmica e desenvolvimento de habilidades necessárias para a transposição das dificuldades impostas pela deficiência. Com movimentos voltados á inclusão e acordos firmados (Declaração Universal dos Direitos Humanos-1948, Declaração de Jomtien-1990, Declaração de Salamanca-1994 e Convenção de Guatemala-1999), estes alunos não deveriam mais estar fora das salas regulares, assim foram criadas as Salas de Recursos, onde professores da Educação Especial atendiam por áreas da deficiência, no contra turno. Mesmo estes alunos estando  na sala regular não recebiam o devido suporte, estavam inseridos e não incluídos no ensino regular. Então em 2008 o SEESP/MEC criou o Atendimento Educacional Especializado que atenderia seu publico alvo na perspectiva Inclusiva.
     E para muitos identificar seu publico alvo ainda é duvida constante. Então qual é realmente este publico alvo a que o AEE se direciona?
·         Alunos com deficiência: aqueles com impedimentos de longo prazo de natureza física, intelectual ou sensorial que podem ter obstruída/dificultada sua participação plena e efetiva na sociedade diante de barreiras que esta lhes impõe, ao interagirem em igualdade de condições com as demais pessoas (ONU, 2006);
·         Alunos com transtornos globais do desenvolvimento: aqueles que apresentam um quadro de alterações no desenvolvimento psicomotor, comprometimento nas relações sociais, na comunicação ou estereotipias motoras. Incluem-se nessa definição alunos com autismo clássico, síndrome de Asperger, síndrome de Rett, transtorno degenerativo da infância (psicose infantil) e transtornos invasivos sem outra especificação (MEC/SEESP, 2008).
    Mas, ainda há questionamentos quanto à Educação Especial na perspectiva inclusiva, o que de fato se modificou ao longo dos tempos ? O que é apresentar-se na perspectiva inclusiva ? E finalmente  o que é AEE?
·         É um serviço da educação especial que [...] identifica, elabora, e organiza recursos pedagógicos e de acessibilidade, que eliminem as barreiras para a plena participação dos alunos, considerando suas necessidades específicas (SEESP/MEC, 2008).
·         O AEE complementa e/ou suplementa a formação do aluno, visando a sua autonomia na escola e fora dela, constituindo oferta obrigatória pelos sistemas de ensino;
·         O AEE não se confunde com reforço escolar. Esse atendimento tem funções próprias do ensino especial, as quais não se destinam a substituir o ensino comum e nem mesmo a fazer adaptações aos currículos, às avaliações de desempenho e outros.     As professoras que atuam no AEE em nossa cidade atuam  em todas as escolas sedes e escolas agregadas EMEBs (fundamental e infantil), atendem nas diversas áreas da deficiência, e o trabalho realizado está voltado a identificar as habilidades do aluno e através desta suprir as dificuldades impostas pela deficiência, também e essencialmente deve articular-se com a proposta da escola comum, embora suas atividades se diferenciem das realizadas em salas de aula de ensino comum. Então o que faz o Atendimento Educacional Especializado - AEE?
  • Apoia o desenvolvimento do aluno com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento;
  • Disponibiliza o ensino de linguagens e de códigos específicos de comunicação e sinalização;
  • Oferece Tecnologia Assistiva - TA;
  • Faz adequações e produz materiais didáticos e pedagógicos, tendo em vista as necessidades específicas dos alunos.
totalgifs.com meninas gif gif Pixelmagiameninas100.gif
      

Nenhum comentário:

Postar um comentário